Exame Nutrigenético

A Nutrigenética estuda como a constituição genética de uma pessoa afeta sua resposta à dieta e à saúde.

O Exame Nutrigenético realizado pelo Laboratório Santa Flora, com apoio de laboratórios de renome nacional e internacional, avalia 88 polimorfismos em 58 genes relacionados à suscetibilidade genética para o desenvolvimento de diabetes, síndrome metabólica, hipertensão, níveis baixos de colesterol HDL, osteoporose, obesidade geral e abdominal. Também são analisados o gasto calórico, a regulação do apetite, a resposta à dieta hipocalórica e ao exercício físico. 

Existem pequenas variações genéticas, conhecidas como polimorfismos ou Single Nucleotide Polymorphism (SNPs), que podem influenciar a capacidade de metabolização dos alimentos e a capacidade de eliminação de substâncias tóxicas, influenciando a resposta dos indivíduos em relação ao ambiente. Dessa forma, esta análise apresenta resultados clínicos e proporciona informações sobre as suscetibilidades genéticas e recomendações preventivas personalizadas no âmbito nutricional, com sugestões de cardápio, de resposta ao exercício e de outros fatores que dizem respeito ao estilo de vida, possibilitando a elaboração de uma dieta personalizada em função dos genes.

A dieta é o fator ambiental mais importante na modulação da expressão gênica. Em função do Perfil Nutrigenético de cada indivíduo, há alimentos que podem ter uma ação protetora frente a determinadas doenças, enquanto outros podem aumentar o risco de desenvolvê-las. Não há como alterar os próprios genes, mas é possível modificar o efeito deles sobre a saúde, ao alterar a condição alimentar e estilo de vida. Isso demonstra a importância de combinar a nutrição com a genética, a fim de conhecer a influência das variantes genéticas na resposta do corpo aos alimentos.

O objetivo principal da nutrigenética é a prevenção das doenças, ou seja, fazer da alimentação o melhor medicamento. A nutrição é a ferramenta mais simples e eficaz para cuidar da saúde e do bem-estar. Quanto mais cedo se colocar em prática as recomendações preventivas, antes se observará os efeitos sobre a saúde.